03/06/2019 01:47 (atualizado em 31/12/1969 21:00)

Chapecoense perde para o líder Palmeiras pelo Brasileirão Na estreia de Camilo e Kayzer, time catarinense não conseguiu parar o invicto time de Felipão, líder da Série A do Campeonato Brasileiro

Mesmo com estreia de uniforme, de dois jogadores e do apoio da torcida na Arena Condá, a Chapecoense não conseguiu segurar o Palmeiras e foi derrotada por 2 a 1, na noite deste domingo (2), pela Série A do Campeonato Brasileiro.

Contra o líder da competição, o time catarinense começou bem o jogo, com uma boa cabeçada de Rildo, logo a sete minutos, que passou perto da trave do goleiro Weverton. No minuto seguinte o atacante marcou um gol e o árbitro Rodolpho Toski Marques assinalou impedimento, após analisar as imagens de vídeo (VAR).

A partir dos 14 minutos, o Palmeiras mostrou a qualidade do seu elenco num chute perigoso de Dudu para fora. Depois foram defesas de Tiepo em finalizações de Zé Rafael e Lucas Lima. Até que o gol saiu aos 31 minutos, em jogada pelo meio de Zé Rafael, com a bola sobrando livre para Dudu, na esquerda, finalizar para o gol.

A Chape reagiu rápido e conseguiu um pênalti. O árbitro precisou novamente do VAR para confirmar mão de Deyverson dentro da área. Everaldo fez a cobrança e empatou a partida: 1 a 1. Foi o quarto gol do atacante, que é um dos artilheiros do Brasileirão.

Mas o Palmeiras novamente ficou em vantagem no final do primeiro tempo. Dentro da área, Marcos Rocha aproveitou o desvio em Felipe Melo após cobrança de lateral.

— Infelizmente tomamos dois gols por falta de atenção. Nós sabíamos que eles tinham esse tipo de jogada — disse Everaldo, na saída para o intervalo.

No segundo tempo, o jogo ficou mais fechado, sem oportunidades de gol até os 15 minutos. Foi então que o técnico Ney Franco resolveu promover duas estreias. Camilo, que veio do Inter, e Renato Kayzer, emprestado pelo Cruzeiro, entraram nos lugares de Campanharo e Arthur Gomes, respectivamente. Já Felipão colocou o ex-Chapecoense Hyoran no lugar de Zé Rafael.

Outro que entrou na Chape, Diego Torres, tentou de longe, mas a bola ficou com Weverton. O time de Ney Franco tinha dificuldade para superar a forte marcação da equipe de Felipão.

A melhor chance foi um chute de fora da área, de Everaldo, que passou perto do gol. Teve também o arremate perigoso de Elicarlos, mas também para fora. E foi só. No outro lado, Tiepo teve que se espichar num contra-ataque para evitar o terceiro gol palmeirense.

Com o resultado, a Chapecoense fica na décima terceira posição, com sete pontos em sete jogos. Na próxima rodada o time catarinense enfrenta o Goiás, fora de casa.

Ficha técnica

CHAPECOENSE-1

Tiepo, Bryan (Diego Torres), Gum, Douglas e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Elicarlos e Gustavo Campanharo (Camilo); Arthur Gomes (Renato Kayzer), Rildo e Everaldo. Técnico: Ney Franco.

PALMEIRAS-2

Weverton, Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Antônio Carlos e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique, Lucas Lima (Moisés) e Zé Rafael (Hyoran); Dudu (Gustavo Scarpa) e Deyverson. Técnico: Felipão.

Gols: Dudu (P), aos 31 minutos, Everaldo (C), aos 36 minutos, Marcos Rocha (P), aos 44 minutos do primeiro tempo.

Arbitragem: Rodolpho Toski Marques, Ivan Carlos Bohn e Luciano Roggenbaum (trio PR)

Cartões Amarelos: Douglas, Elicarlos (C); Antônio Carlos, Felipe Melo, Deyverson, Zé Rafael, Gustavo Gomez (P)

Local: Arena Condá, em Chapecó

Público: 10.615

Renda: R$ 453.315,00

Veja fotos da matéria

Fonte: Diário Catarinense e Globo Esporte

Mais notícias