14/08/2019 18:39 (atualizado em 14/08/2019 18:43)

Setor de oncologia do Hospital Regional de São Miguel do Oeste completa um ano Com números que crescem a cada mês, a qualidade e o atendimento humanizado são destaques do setor que atende uma região de 30 municípios, totalizando 230 mil habitantes.

O serviço de oncologia do Hospital Regional Terezinha Gaio Basso – Instituto Santé, em São Miguel do Oeste, completa um ano de atendimento à população do Extremo-Oeste em agosto. Com números que crescem a cada mês, a qualidade e o atendimento humanizado são destaques do setor que atende uma região de 30 municípios, totalizando 230 mil habitantes.

O diretor de apoio do Hospital Regional, Rodrigo Lopes, destaca que os números representam o crescimento esperado, mas muito mais rápido que o planejado. “Em poucos meses, atingimos metas que prevíamos levar mais tempo. Um exemplo são as cirurgias. Chegamos a realizar 60 procedimentos em um mês”, recorda.

Nos 12 meses de atendimento, foram realizadas mais de 4 mil consultas e retornos, sendo que do total, quase 800 são de pacientes novos.

Nos primeiros 365 dias do serviço, foram realizados cerca de 17.500 exames clínicos, de imagem e de patologia. Além disso, quase 500 procedimentos cirúrgicos foram feitos, uma média em torno de 40 cirurgias mensais.

No setor de quimioterapia, são mais de 100 pacientes em tratamento ou que realizaram sessões. Desse total, 54% são homens e 46% mulheres de São Miguel do Oeste (28%); Maravilha (15%); Itapiranga (10%); São José do Cedro (7%); São João do Oeste (5%); Mondaí e Iporã do Oeste (4%); Romelândia, Tunápolis e Santa Helena (3%); Anchieta, Barra Bonita, Belmonte, Guaraciaba, Saltinho e Saudades (2%); Bandeirante, Descanso, Flor do Sertão, Guarujá do Sul, Modelo, Paraíso, Princesa e São Miguel da Boa Vista (1%).

Entre os tipos de câncer, os diagnósticos mostram três principais: de próstata (33%), de mama (32%) e de cólon (13%).

A equipe também aumentou neste primeiro ano. O serviço iniciou com dois médicos, um oncologista clínico e um cirurgião oncológico. Atualmente, o número dobrou, sendo contratados dois novos profissionais da área. Além disso, todo o corpo clínico do Hospital Regional atua em consultas e exames. A equipe multiprofissional foi reforçada em número e qualificação com treinamentos na área, sendo que todos os setores realizam atendimentos diretos e indiretos ao serviço de oncologia.

Veja fotos da matéria

Fonte: Fabrício Escandiuzzi - Assessoria de Comunicação Secretaria de Estado da Saúde - SES

Mais notícias