AO VIVO
Fechar
© 2021 - Rádio Tunaporã Todos direitos reservados

Tunápolis define novas restrições de combate à Covid-19

Por Rádio Tunaporã
Postado em 18 de fevereiro de 2021 às 14:02.33

Em virtude do aumento acelerado de casos de Covid-19 na região, a Administração Municipal de Tunápolis, publicou na quarta-feira (17), um novo decreto suspendendo o início das aulas presenciais e adotando novas restrições para reduzir a transmissão do coronavírus. As novas regras entraram em vigor nesta quinta-feira (18), as quais poderão ser reavaliadas a qualquer momento, de acordo com a situação epidemiológica do município, principalmente, em atenção à realidade das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e hospitais locais e regionais.

O decreto prevê que até o dia 01 de março  ficam suspensas:

Marino José Frey, Prefeito Municipal de Tunápolis, Estado de Santa Catarina, no uso de suas atribuições legais, estabelecidas na Lei Orgânica Municipal, 

DECRETA:

Art. 1º- Ficam SUSPENSAS no território deste município, até o dia 1º de março de 2021:

a) as aulas presenciais nas unidades de ensino municipal, das redes pública e privada, relacionadas a educação infantil, ensino fundamental, nível médio, educação de jovens e adultos (EJA), sem prejuízo da realização das aulas na modalidade à distância/”on line”;

b) o consumo dos produtos em bares, petiscarias, choperias, cervejarias e outros locais congêneres destinados a happy hours ou consumo predominantemente de bebidas alcoólicas em qualquer horário;

c) a prática de atividades esportivas coletivas e recreativas, como futebol, carteados, dominó, bocha, bilhar e outras modalidades que possam aglomerar pessoas, em estabelecimentos sediados na cidade e no interior deste município, inclusive aquelas de treinamentos realizadas por clubes e escolas;

d) todas as atividades religiosas presenciais em templos e igrejas;

e) todas as atividades pertinentes a cinemas, teatros, shows, espetáculos, festas e eventos que acarretem a aglomeração de pessoas;

f) o funcionamento de campings e áreas de lazer de associações e entidades afins e privadas e turismo rural;

g) a realização de velórios por período superior a 06 (seis) horas;

h) a realização de transporte coletivo urbano municipal;

i) a concentração e a permanência de pessoas em espaços públicos de uso coletivos, como parques, praças, calçadas, ruas e afins;

j) o funcionamento de casas noturnas;

k) consumo de bebidas alcoólicas em postos de combustíveis e conveniências. 

Fonte: Assessoria de Imprensa
Fotos: